sábado, 23 de julho de 2011

Ciência profética?




GUERREIROS DA ÚLTIMA ORDEM.





Ciência profética?


Queremos dividir com nossos irmãos de jornada, um fato “científico” que avaliamos ser bastante instigante, para o momento que vivemos nesta Terra.

         Sabemos todos que a ciência humana, além de investigativa e propositiva, tem grandes dificuldades de encontrar, cabalmente, as verdadeiras causas para os mais diversos comportamentos e reações da natureza. E por isto vive “criando” e aparando-se em premissas que, muitas vezes, em breves anos, terminam por se consagrarem em verdadeiras disparates, no campo dos conceitos tornados pífios. Será que estamos perante mais um? Semente DEUS no futuro poderá nos responder...


         Partamos, como sempre, da Verdade:

 

            “Se aqueles dias não fossem abreviados, criatura alguma escaparia; mas por causa dos escolhidos, aqueles dias serão abreviados.” (Mt. 24, 22)


         Será esta a reação da natureza, por ação e/ou permissão DIVINA, que nos afirma o Evangelho? Vamos aos fatos:


         “Quem de nós, já há alguns anos, não vem sentindo que “parece” que o tempo está passando mais rápido? Os dias, meses e anos “parecem” que vão se sucedendo mais rapidamente”?

 

         Em 1952 o físico alemão Winfried Otto Schumann “constatou” que a Terra é cercada por um campo eletromagnético poderoso, que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera, que fica cerca de 100 km acima de nós. Esse campo (magnético) possui uma (freqüência) de ressonância, mais ou menos constante, da ordem de 7,83 ciclos por segundo (hz). Funciona como uma espécie de marca-passo, responsável pelo equilíbrio da biosfera condição comum de todas as formas de vida.


         Verificou-se também, que todos os vertebrados e o nosso cérebro são dotadas da mesma freqüência (de pulsação) de 7,83 hertz. Empiricamente faz-se a constatação que não podemos ser saudáveis fora desta freqüência biológica natural. Sempre que os astronautas, em razão das viagens espaciais, ficavam fora da (freqüência) de “ressonância Schumann”, adoeciam. Mas, submetidas à ação de um “simulador Schumann”, recuperavam o equilíbrio e a saúde.



 
 

Por milhares de anos a Terra “pulsou” nesta freqüência, e a vida se desenvolveu em relativo equilíbrio. Porém, a partir do ano de 1980 houve um aumento nesta freqüência de 7,83 hz para 11 hz, ou seja, aproximadamente 40%. Mas, após 1990 este acréscimo ainda foi maior, passando dos “normais 7,83 hz para 13 hz; um incremento impensável, até então, de quase 65%. Com isso, poderíamos afirmar que o “batimento cardíaco” do planeta acelerou.


Por coincidência ou não, os desequilíbrios ecológicos e sismológicos se fizeram sentir: Alterações climáticas de toda ordem, maior atividade vulcânica, de terremotos, e inclusive no comportamento emocional das pessoas; além do claro aumento na incidência de moléstias, como por exemplo, os casos de câncer; dentre outros.

 

Ainda, segundo cálculos científicos, esta aceleração na freqüência da “ressonância Shumann”, teria reduzido o “antigo” período útil diário de 24 horas, para 16 horas.


Isto, portanto, justificaria a nossa sensação, e principalmente (Mt. 24, 22)


No entanto, ao encerrarmos este breve texto é importante salientarmos o seguinte:

- Até os dias de hoje, dezembro de 2008, não se tem notícia de nenhuma profecia contemporânea em que Nosso SENHOR ou Nossa SENHORA tenham feito referência sobre a existência e/ou alteração nossa (freqüência de) “ressonância Schumann”;


- Temos absoluta consciência de que por determinação da SANTÍSSIMA TRINDADE, os santo Anjos são os gestores do Universo. Neste caso, sim, existe mensagem de nosso SALVADOR, há aproximadamente 10 anos, afirmando que por determinação do PAI, os santos Anjos “estavam retirando as mãos da Criação...” Ou seja, não estariam mais zelando por ela;


- Também nunca podemos esquecer que o grande solapador da Criação e das criaturas é lúcifer e seus demônios, pois eles mantiveram poderes para inclusive atentarem contra o meio ambiente e o clima;


- Em sendo autêntica esta constatação, mais uma vez a ciência estaria explicando pela limitação da sabedoria humana, apenas as conseqüências. Causas e razões, hoje, sabemos nós que pertencem única e exclusivamente a Sabedoria DIVINA; a não ser quando misericordiosamente decidem nos revelar, através das Escrituras e/ou profecias contemporâneas.

 

 

Guerreiros da última ordem.”


 


 

 

 

Pentágono dobra-se às profecias.


         Infelizmente nas últimas décadas muitos de nossos irmãos que tomaram conhecimento das profecias contemporâneas, após um certo período de acompanhamento dos apelos dos Céus, terminaram por rejeitá-las. Não foram poucos os que afirmaram: “... elas não estão se cumprindo...”.


         Lamentavelmente esses entendiam, por falta de orientação e esclarecimento, que tudo deveria acontecer na semana seguinte!

         Hoje, estamos assistindo se cumprirem profecias anunciadas há 10, 20, 30 e até 2000 anos, como as que se encontram no santo Evangelho e nas Cartas dos Apóstolos do SENHOR.


         Afirmamos isto, porque muitas vezes, nos últimos anos, os instrumentos do ALTÍSSIMO se lamentavam ao próprio DEUS e também a NOSSA SENHORA, que a grande maioria não estava acreditando no que estava sendo profetizado. E o TODO-PODEROSO e Sua Santa MÃE os confortavam garantindo: “... quando os sinais começarem a ficar mais fortes e alcançarem todo o planeta, eles começarão a acreditar.”

         Mais uma profecia que se cumpre, e a comprovação está no texto que será apresentado após as citações Bíblicas que caracterizam o que está sendo dito:


         “Eles dirão: Onde está a promessa de Sua Vinda? Desde que nossos pais morreram, tudo continua como desde o principio do mundo.”

 

         (...) Mas há uma coisa, caríssimos, de que não vos deveis esquecer: um dia diante do Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda o cumprimento de Sua promessa, como alguns pensam, mas usa da paciência para convosco. Não quer que alguém pereça; ao contrário, quer que todos se arrependam.

 

         (...) Uma vez que todas estas coisas se hão de desagregar, considerai qual deve ser a santidade de vossa vida e de vossa piedade, enquanto esperais e apressais o Dia de DEUS...” (2 Pd. 3,4. 8-9. 11-12).



As previsões secretas do Pentágono até 2020*...

 

(* Será que chegaremos até lá? Só DEUS sabe! ).

 

Até 2020, faltas catastróficas de água e de energia vão se tornar cada vez mais difíceis de superar e causarão guerras ao redor do mundo. Grandes cidades européias estarão debaixo d’água, enquanto a Grã-Bretanha terá um clima siberiano. Conflitos nucleares, grandes secas, fome e tumultos generalizados acontecerão ao redor do mundo, na disputa pelos escassos recursos naturais que sobrarem.


Este não é o roteiro do próximo filme-catástrofe do diretor Rolland Emerich (O dia depois de amanhã), mas bem que poderia. As conclusões acima fazem parte de um relatório (outrora) secreto do Pentágono.


No dia 9 de fevereiro de 2004, a revista norte-americana Fortune publicou pela primeira vez uma matéria recheada de detalhes técnicos do Pentágono confirmando essa sombria previsão. O título da matéria é Climate Collapse, the Pentagon’s weather nightmare (Colapso climático, o pesadelo do Pentágono). Nela, o articulista David Stipp afirma que, em menos de uma década, o clima no mundo pode virar “como uma canoa que se inclina um pouco até emborcar de repente”. A previsão é que essa virada brusca ocorra entre 2010 e 2020.


Em 22 de fevereiro, o jornal britânico The Observer também publicou as informações do Pentágono, que acabaram ganhando repercussão internacional depois dessa segunda matéria, que corroborava e legitimava o já anunciado. Aos poucos, pessoas que participaram desses estudos se manifestaram confirmando-o, o que provocou a crítica de alguns setores das sociedades norte-americana e européia, que ficaram irritados com o fato de o governo dos Estados Unidos ter escondido essas informações por quatro meses, até que a imprensa as descobrisse.


Entre os que confirmaram o teor do relatório estão os dois autores: Peter Schwartz, consultor da Central de Inteligência Americana (CIA) e ex-chefe de planejamento do Grupo Royal Dutch/Shell, e Doug Randall, da Global Business Network, sediada na Califórnia. Os dois prevêem já para 2005 enchentes generalizadas em algumas partes do mundo devido ao aumento sobranceiro do nível dos mares, o que será “calamitoso para milhões de pessoas”. Randall acrescentou que já poderia ser tarde para prevenir o desastre: “Não sabemos exatamente em que ponto estamos no processo. Poderia começar amanhã e não saberíamos antes de cinco anos”.


O documento prevê que uma mudança abrupta no clima poderia levar o planeta à beira da anarquia, enquanto países desenvolveriam armas nucleares para defender e assegurar alimentos escassos, água e estoques de energia. A ameaça à estabilidade global é muito maior do que a do terrorismo, dizem os poucos especialistas que conhecem seu conteúdo. “Rupturas e conflitos serão características endêmicas da vida”, deduz a análise do Pentágono. “Mais uma vez, a guerra poderia definir a vida humana”.


No dia 24 de fevereiro o Pentágono minimizou os resultados do seu próprio informe, e considerou que suas conclusões são especulativas, negando a fazer do aquecimento global um tema de política nacional prioritário (como aconselharam os autores do estudo). Conforme um dos conselheiros do Pentágono, Andrew Marshall, “o estudo reflete os limites dos modelos científicos e da informação quando prediz os efeitos de um aquecimento global abrupto”. Ele acrescentou ainda que apesar de existirem suficientes evidências científicas sobre o tema, muito do que este estudo prediz é ainda uma especulação.


Segundo o The Observer, militares americanos censuram o relatório com conclusões alarmantes sobre o tema porque isso poderia prejudicar a campanha presidencial em andamento nos Estados Unidos.


Symons, que deixou a EPA em protesto por interferências políticas, disse que a supressão do relatório era outra prova de tentativa da Casa Branca em esconder a questão da mudança climática. “É outro exemplo de como este governo deveria parar de enterrar a cabeça na areia ante esta questão”. De acordo com ele, a estreita ligação do governo Bush com poderosas companhias petrolíferas e de energia é vital para compreender por que a mudança climática é recebida com ceticismo no Salão Oval. “Essa administração está ignorando a evidência para acalmar um punhado de grandes companhias energéticas e petrolíferas”, acrescentou.


Principais conclusões do Pentágono


- As guerras futuras serão travadas por sobrevivência e não por religião, ideologia ou honra nacional.


- Até 2007, chuvas torrenciais destruirão barreiras costeiras e tornarão grande parte da Holanda inabitável. Cidades como Haia serão abandonadas. Na Califórnia, barreiras no rio Sacramento serão rompidas, interrompendo o sistema de aquedutos que leva água do norte ao sul.


- Mortes por guerra e fome chegarão aos milhões até a população do planeta ser reduzida a um nível sustentável.


- Rebeliões e conflitos internos esfacelarão a Índia, a África do Sul e a Indonésia.


- O acesso à água tornar-se-á um campo de batalha. O Nilo, o Danúbio e o Amazonas são mencionados como sendo de alto risco.


- Uma “redução significativa na capacidade do planeta sustentar sua população atual ficará evidente nos próximos 20 anos”.


- Áreas ricas como os EUA e a Europa transformar-se-iam em “fortalezas virtuais” para impedir a chegada de migrantes provenientes de áreas inundadas pela elevação do nível do mar ou nas quais a agricultura tornou-se inviável. Ondas de barcos de imigrantes tornar-se-ão um problema significativo.


- A proliferação de armas nucleares será inevitável. O Japão, a Coréia do Sul e a Alemanha desenvolverão capacidades nucleares, como também o Irã, o Egito e a Coréia do Norte. Israel, China, Índia e Paquistão inclinar-se-ão a usar suas armas nucleares.


- Até 2010, nos EUA e na Europa, haverá um aumento de 33% nos dias com temperaturas acima de 32°. O clima começará a perturbar a economia à medida que chuvas, secas e ondas de calor tragam o caos à agricultura.


- Mais de 400 milhões de pessoas em regiões subtropicais estarão em grave risco.


- A Europa enfrentará enormes conflitos internos ao lidar com as massas de migrantes que desembarcarão em sua costa. Imigrantes da Escabdinávia procurarão climas mais quentes ao sul, e o sul da Europa será invadido por refugiados de países duramente atingidos na África.


- Megassecas afetarão os celeiros do mundo, incluindo o Meio-Oeste norte-americano, onde fortes ventos provocarão erosão do solo.


- A enorme população chinesa e sua demanda por alimentos fazê-la-ão particularmente vulnerável. Bangladesh tornar-se-á quase inabitável devido à elevação do nível do mar, que contaminará seus suprimentos de água doce.


Referência: Silêncio de Ensurdecer. Esta matéria foi publicada na revista Carta Capital por Antonio Luiz Monteiro Coelho da Costa.



“Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobreviver a toda a terra. As próprias forças dos Céus serão abaladas.” (Lc. 21, 26)



                                                                              “Guerreiros da Última Ordem”

 


 

 

De 2009 em diante...


         Amados de DEUS, tendo por alicerce a Sagrada Escritura e iluminação as profecias contemporâneas, clamamos ao ESPÍRITO SANTO, que habita no PAI e no FILHO, que venha amorosa e misericordiosamente em nosso socorro, mais uma vez, para que não caiamos em nenhuma tentação e não venhamos a ser fonte de engano e/ou ilusão.


         O TODO-PODEROSO, CRIADOR de todas as coisas visíveis e Invisíveis, tinha diversos cenários disponíveis a Sua Onipotência, para o desfecho deste Fim dos Tempos. Tudo indica que novamente, como de resto tem feito em toda a história da humanidade, usou daquela medida maior, mais abrangente e mais abundante de Sua santa Misericórdia.


Devemos agora, sim, estar ingressando no santo período da Grande Tribulação, que consiste em sete anos, dividimos em dois períodos de três anos e meio. Portanto, esta será uma época em que se acirrará, a olhos vistos, a grande batalha espiritual entre o bem e o mal; entre as forças Celestes e a resistência terrestre comandada por nosso General São Miguel Arcanjo, contra lúcifer, seu exército das profundezas e aliados da face deste planeta.


Também tudo demonstra que este era o prazo máximo que o ALTÍSSIMO se permitiria utilizar, para o desfecho derradeiro. De que lado ficaremos? Junto ao DEUS de Amor ou do príncipe da mentira? A separação final vai começar!


         “Naquele tempo, surgirá Miguel, o grande chefe, o protetor dos filhos do seu povo. Será uma época de tal desolação, como jamais houve igual desde que as nações existem até aquele momento. Então, entre os filhos de seu povo, serão salvos, todos aqueles que se acharam inscritos no Livro*.” (Dn. 12,1)


* Livro da Vida.


Com isso os sinais que aí estão deverão se acentuar e generalizar-se, porém gradualmente.


No clima:

 

- Cada vez mais terremotos e em graus elevadíssimos, caracterizando algumas grandes tragédias;

- Mais vulcões entrando em atividade;

- Ciclones, tufões e vendavais devastadores;

- Maior derretimento dos pólos, aumentando o nível dos oceanos;

- Ondas de calor e frio extremos; em época e fora de época;

- Em algumas regiões secas tórridas, dizimando plantações e criações. Noutras inundações devastadoras;

- A temperatura média do planeta aumentará, ano a ano; em alguns países o calor se tornará insuportável;

- Com o aumento da temperatura das águas e demais poluições, os mares começarão a “morrer”;

- Aumento de maremotos/tsunamis;

- Dentre outras;


Na economia:

 

- Agravamento da crise econômica/financeira em todo mundo, pois os “estrategistas” da Nova Ordem Mundial conseguiram “incinerar” mais de 30 trilhões (TRI) de dólares;

- Concentração do capital, com megas fusões de grandes grupos internacionais. Tudo para facilitar a “aceitação” da “nova” casta de dirigentes mundiais. Agora o comando não seria mais compartilhado e sim reduzido e centralizado.

- Aumento do desemprego e sub-emprego;

- Redução e até perda de antigos direitos trabalhistas;

- Falências generalizadas;

- Dentre outros;


Na humanidade:

 

- Aumento da fome, das doenças, dos protestos e rebeliões sociais, em função da crise mundial;

- Muitos países terão de instaurar leis marciais e suspensão dos direitos individuais dos cidadãos (bem ao gosto da NOVA ORDEM MUNDIAL), para controlar as populações revoltadas;

- As pessoas, em sua grande maioria, por falta de fé e conhecimento destes tempos, se tornarão cada vez mais impiedosas, frias e calculistas;

- O ateísmo e a incredulidade serão crescentes, assim como a apostasia de muitos que um dia praticaram a fé;

- O controle das populações através de câmeras, satélites e chips será ampliada;

- Dentre outros;


Na Igreja:

 

- Aumentará sempre mais a apostasia, com o crescente aumento do modernismo e a perda da fé no sagrado e divino. De modo geral, as pessoas se tornarão apenas praticantes de alguma coisa que no passado seu e/ou de sua família fora realmente, espiritualidade, devoção, amor e respeito ao DEUS Vivo, em sua Igreja. Perderão por completo a consciência de Doutrina, Dogma, Magistério, Sacramentos e até dos 10 Mandamentos. Os poucos que ainda forem a Missa irão como “força de um hábito” ainda familiar, mas em franca extinção. Pois será algo totalmente despido de consciência espiritual; frio, mecânico, vazio...


- Crescerá dia-a-dia a rejeição ao Papa Bento XVI, dentro e fora da Igreja, por não entenderem, nem aceitarem as suas determinações no sentido de defender e resgatar o autêntico catolicismo que perdurou por 1970 anos; sempre amparado na Bíblia, na Doutrina e Tradição da Igreja. Agora, querem criar uma nova igreja, de acordo com as modas e o pensamento volúvel da geração de hoje. Querem desatrelar a Igreja de Seu fundador, DEUS, e atrelá-la aos desatinados homens deste mundo, que a cada mês mudam de opinião e posição.

Desejam destruir a Igreja de Deus e construir em seu lugar a “igreja dos homens”; ou seja, fundar mais uma seita!


- Dentre outros.

 

Não se iludam, irmãos, acreditando ainda ter muito tempo pela frente, porque o último período dos três anos e meio, como afirmam as Escrituras, será debaixo da terrível perseguição e controle do anticristo, e com o mundo desabando ao nosso redor.


Na realidade o nosso tempo é quase nenhum, pois três anos passam rapidamente, e temos ainda tantas coisas a serem feitas: Em que grau esta a nossa conversão? E de nossa família? Aonde iremos quando aumentar o desemprego, a fome e a criminalidade? E quando vier o chips, como faremos para sobreviver, se não poderemos comprar, nem vender? Não vá colocar sua esperança, confiança e a família nas mãos daqueles que estão interpretando erradamente o santo Livro do Apocalipse. Se DEUS fosse prover tudo aos Seus, sem nenhuma contrapartida nossa, onde ficaria o mérito de nossa fé? Quantos ficariam tranquilamente em casa, na vida mansa? A maioria!

Pensar em alcançar a Redenção, sem passar pela terrível tribulação que se aproxima, poderá ser um trágico e fatal engano.


“Muitos serão limpos, acrisolados e provados...“ (Dn. 12,10).





A seguir, transcrevemos a parte final da Mensagem de nosso Senhor Jesus CRISTO ao padre Ottávio Michellini, já falecido, na Itália, em 03/12/1977:


“(...) Filho, serão os homens que, com as suas próprias mãos, destruirão esta civilização da matéria, das coisas materiais, ignorando que a verdadeira civilização não é a das coisas materiais, mas do espírito imortal. Não é a MIM que deverão imputar o desabar da sua repugnante civilização pagã, que os conduz à extrema ruína, às violências brutais, à exaltação do crime, à legalização do crime: como o aborto, apresentado como uma conquista social...

 

Não, não é a MIM, não é a MIM, filho, mas apenas à sua inconsciência que se deverá a hora terrível da purificação.

 

A Igreja, renascida para uma nova vida, não se envolverá mais com o pérfido materialismo, enaltecido e exaltado, num coro unânime, por todos os meios de comunicação: imprensa, rádio, cinema, teatro, como por uma pseudo-arte sem inspiração, e por mil outros meios. Esta civilização pagã, definida como civilização de consumo, dessacralizou tudo, transtornou tudo, profanou e violou tudo: a natureza, as suas leis invariáveis, os mares, os rios, os lagos; tudo poluiu e envenenou. Esta civilização da matéria rompeu a harmonia do mundo do espírito e destruiu o equilíbrio do mundo físico.

 

Pobre humanidade, serás salva e não por causa do teu mérito, MAS A QUE PREÇO! Serás salva pela Bondade Divina que te criou, resgatou e santificou.

Reza, Meu filho, ama-ME. EU te abençôo.”





Em outra Mensagem, na íntegra, de 04/12/1977, sob o título:

“ A Minha Igreja deverá ser radicalmente reestruturada”, afirmou o SENHOR Jesus ao Pe. Ottávio.

 

A Minha Igreja deverá ser radicalmente reestruturada.


“Escreve, Meu filho, SOU Jesus.

 

Quantas coisas serão queimadas na Minha Igreja na hora da Purificação! Disse, Meu filho, queimadas. Uma coisa queimada significa uma coisa destruída, aniquilada, que, por conseqüência, já não pode servir aos homens. Refiro-ME tantas estruturas materiais, mas também não-materiais. A Minha Igreja nova, como já disse várias vezes, deverá ser radicalmente reestruturada, de modo que deverá REAPARECER COM AS PRIMEIRAS FEIÇÕES QUE EU LHE DEI, por intermédio de Minha MÃE e dos Meus Apóstolos.

 

A Minha Santíssima MÃE, depois da Minha Ressurreição, ficou na Terra. Ela, Co-Redentora COMIGO, continuou, com os Meus Apóstolos (Regina Apostolorum) a gerar na simplicidade, na humanidade, no amor e na dor, a Minha Igreja. É evidente, Meu filho, que o PATRIMÔNIO da REVELAÇÃO DEVE PERMANECER IMUTÁVEL e INTOCÁVEL. Se a presunção e o orgulho o que quiserem modificar, amputar, transformar, seria um crime imperdoável, seria um orgulho que só tem paralelo no de satanás; e este orgulho encontra-se na alma de pseudo-teólogos, de vários bispos, de inúmeros sacerdotes e consagrados, que se arrogam o absurdo direito de interpretar, segundo a sua fantasia, a Palavra de DEUS; de a vergar e de a sujeitar à exigência dos tempos, de modo que o que era ontem, já não seria hoje, por causa da transformação dos acontecimentos humanos. Esta heresia não é nova. Quantos se fizeram os seus paladinos, sobretudo os protestantes, com a “Reforma”.

 

Filho, O QUE É DE DEUS NÃO SE TOCA, NEM SE MUDA. Quem ousa fazê-lo desafia a DEUS! E quem é o homem para se por contra DEUS e ousar desafiá-LO?

 

Instrumentos de satanás, sim, eles existem, mas EU dispersá-los-ei. São menos que uns grãos de poeira que o vento dispensará, para que deles não reste nem sequer a recordação. Eles abusaram e abusam descaradamente da Minha Misericórdia, paciência e longanimidade Divina, e isto agravará a sua sorte.

 

A Minha Igreja será redimensionada, como redimensionada será a humanidade inteira. O seu rosto primitivo SER-LHE-Á RESTITUÍDO. Este rosto tumefato, desfigurado, que lhe deram os homens, será destruído.

Quantas vezes não disse EU, Meu filho que EU, DEUS, Sou infinitamente simples, e quero todas as coisas simples? Detesto o orgulho humano que, por prestígio pessoal, tende a tornar complicado e complexo o que, de sua natureza, é simples. Essa marca de simplicidade, descobre-a o homem sensato em todas as coisas. Ela constitui o Meu selo Divino.

 

Meu filho, considera e medita: A Minha Encarnação foi e é um grande mistério, mas olha com que simplicidade EU ME manifestei ao mundo; considera ainda a simplicidade da Família de Nazaré, protótipo de todas as famílias: os Anjos do Céus admiram-se, assim como os grandes da Terra e os Magos do longínquo oriente. Olha e observa ainda, filho, a simplicidade de toda a Minha vida terrena, quão afastada das intrigas, dos complôs, das ambições, da avidez dos sacerdotes do Templo, que tem bastante pontos em comum com os homens da Igreja desta geração materialista.

 

Oh, Meu filho, um fogo cairá do céu, querido e desejado pelo orgulho. Reduzirá a cinzas tudo o que foi envenenado e contaminado pelo homem, de modo que o próprio homem será justiceiro de si mesmo. Paradoxal, mas verdadeiro. Já foram marcados os que escaparão ao fogo destruidor que limpará a Igreja e a humanidade das sujidades com que foram manchadas. Serão destruídas todas as estruturas provenientes do orgulho e da loucura humana, que tornaram a Igreja e a humanidade abomináveis aos Olhos de DEUS.

 

Filho, coragem, estarás junto de MIM quando tudo se consumar; quando os povos e a Igreja caminharem unidos na paz e na fraternidade, na simplicidade de DEUS Criador e Senhor de todas as coisas.

 

Filho, os santos padres, os santos e grandes doutores da Igreja, nunca ter-se-iam, permitido entrar em desacordo com o juízo autorizado daqueles que, por Vontade Divina, são os únicos guardiões e intérpretes legítimos do patrimônio da Revelação. Por outras palavras, eles não teriam contestado o legítimo Magistério da Igreja, única mestra, guardiã e intérprete da Palavra Divina. É clara e manifesta má fé, injustificável, seja em quem for e muito menos nos pastores, sacerdotes e consagrados em geral, afirmar que a Palavra de DEUS, na Sua Qualidade de DEUS Eterno e Imutável, possa ser adaptada a tempos mutáveis, como mutáveis são os homens, a todos os sopros do vento.

 

Como se pode, ignorar que DEUS, Suprema e Eterna Verdade, não muda e não pode mudar? Nem DEUS, nem a Sua Palavra se podem vergar perante o homem, mas é o homem que sempre e em toda parte, se deve vergar diante de DEUS.

 

Como se pode ignorar que entre todos os seres vivos, visíveis e invisíveis, só o homem, peregrino na Terra, pode mudar? Filho, é sempre satanás a empurrar o homem para se substituir a DEUS; para o subtrair a DEUS e o levar para o abismo da perdição.

Agora basta, filho, EU te abençôo. Ama-ME, reza e oferece-ME os teus sofrimentos.”



_______________________________________________________________ 



“Por aquele tempo, Jesus pronunciou estas palavras: EU te bendigo, PAI, Senhor do Céu e da Terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelastes aos pequenos. Sim, Pai, EU te bendigo, porque assim foi do Teu agrado.” (Mt. 11,25-26)


“Não temais aqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele* que pode precipitar a alma e o corpo na geena.” (Mt. 10,28).


* satanás.

                                    "Guerreiros da última ordem."


Nenhum comentário: