quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Palavras mãe e pai vão desaparecer dos passaportes americanos.

Dee acordo com o Departamento do Estado, a palavras “mãe” e “pai” vão ser removidas dos pedidos de passaporte e substituídas por termos neutros em termos de gênero.
Brenda Sprague afirmou:
As palavras no formato antigo eram “mãe” e “pai”, no entanto vão passar a ser “progenitor um” e “progenitor dois”.
Uma declaração do site do Departamento Estatal afirma:
“Estas melhorias estão a ser feitas de modo a providenciar descrições neutrais no que toca ao género dos pais das crianças em reconhecimento dos diferentes tipos de família”.
Portanto, esta alteração está ser levada a cabo como forma de satisfazer o apetite voraz que uma certa minoria sexual tem por aceitação social.


Todas aquelas pessoas que defenderam a ideia de que a normalização da homossexualidade não afetaria o resto da sociedade pelos vistos estavam errados. Quem diria!


Como forma de tentar esconder o óbvio, a sra Brenda Sprauge afirmou que a decisão de remover os nomes tradicionais de paternidade não foi um ato politicamente correcto:
Devido às mudanças nas ciências médicas e nas tecnologias reprodutivas, nós hoje somos confrontados com situações que nunca poderíamos antecipar a 10 ou 15 anos atrás.
Traduzido: “A culpa não é nossa mas sim da ciência!”. Claro que isto é falso. A ciência em si nada diz que suporte os “diferentes tipos de família”. Para a ciência, tal como para o Criador dos humanos e da ciência, o modelo normal de família é pai (homem) + mãe (mulher).
Como seria de esperar, os grupos homossexuais estão jubilantes. Jennifer Chrisler, diretora executiva da Family Equality Council (grupo homossexual) afirma:
Mudar os termos “mãe” e “pai” para termos mais globais de paternidade permite que os diferentes tipos de família possam submeter aplicações para os passaportes dos seus filhos sem sentirem que o governo não reconhece as suas famílias.
Esta organização homossexual pressionou o governo durante anos no sentido de remover os termos “pai” e “mãe” das aplicações.

Download Católico

Nenhum comentário: