sábado, 8 de janeiro de 2011

Toda criança reflete rosto de Deus, afirma Bento XVI.

Ao visitar a Policlínica Gemelli de Roma, pela festa da Epifania


 
CIDADE DO VATICANO - Toda criança reflete o rosto de Deus, afirmou o Papa ontem à tarde, ao visitar a Policlínica Agostino Gemelli, de Roma.
O Pontífice aproveitou a solenidade da Epifania para visitar o hospital romano, onde foi recebido pelo cardeal vigário Agostino Vallini; pelo delegado para a assistência religiosa nos hospitais de Roma, Dom Armando Brambilla; pelo reitor da Universidade Católica do Sagrado Coração, Lorenzo Ornaghi; pelo diretor administrativo da Universidade, Marco Elefanti; pelo decano da faculdade, Rocco Bellantone; pelo diretor da Sede de Roma, Giancarlo Furnari; pelo assistente eclesiástico geral, Dom Sergio Lanza; e pelo diretor da Policlínica, Cesare Catananti.
O Papa visitou o quinto andar do prédio, que abriga a especialidade de Pediatria, onde foi acolhido pelo diretor, Costantino Romagnoli.
Bento XVI também visitou o ambulatório do Instituto Científico Internacional Paulo VI para a pesquisa, diagnóstico e terapia da esterilidade conjugal, onde foi recebido pelo diretor, Riccardo Marana.
"Estou próximo de vocês com minha oração e meu carinho, e também para dar-lhes força para enfrentar a doença", disse o Papa.
Também expressou sua gratidão aos pais, familiares, dirigentes e a toda a equipe da Policlínica, "que, com competência e caridade, se ocupa do sofrimento humano".
"Abençoo as pessoas, seu compromisso e estes ambientes nos quais se exercita de maneira concreta o amor aos pequenos e mais necessitados", acrescentou.
"Quis visitá-los também para fazer um pouco como os Reis Magos, que celebramos nesta festa da Epifania", disse o Papa às crianças.
"Eles levaram presentes a Jesus - ouro, incenso e mirra -, para manifestar adoração e afeto. Hoje, eu lhes trouxe também alguns presentes, precisamente para que sintam, através de um pequeno gesto, a simpatia, presença e afeto do Papa."
Neste tempo de Natal, o Pontífice destacou que seu maior desejo, entretanto, é de que todos se lembrem que "o maior presente que podemos receber foi o que Deus deu a cada um de nós".
"Contemplemos a gruta de Belém, no presépio; o que vemos? O que encontramos?", perguntou.
"Está Maria, está José, mas, sobretudo, há uma Criança, pequena, necessitada de atenção, de cuidados, de amor: esse Menino é Jesus, esse Menino é o próprio Deus que quis vir à terra para mostrar-nos o quanto nos ama; é Deus que se fez como vocês, crianças, para dizer-lhes que sempre estará perto e para dizer-nos que toda criança reflete seu rosto."
O Santo Padre concluiu incentivando "as diversas iniciativas de bem e de voluntariado, assim como as instituições que qualificam o compromisso a serviço da vida" da Policlínica Gemelli, concretamente o Instituto Científico Internacional Paulo VI, que definiu como "destinado a promover a procriação responsável".



Fonte: www.zenit.org




Nenhum comentário: