sábado, 8 de janeiro de 2011

"Universo não é fruto do acaso", afirma Papa Bento XVI.

O papa Bento XVI, ao comentar tentativas de astrônomos de determinar que estrela os teria guiado ao local de nascimento de Jesus, afirmou que "o universo não é resultado do acaso, como alguns nos querem fazer crer". Ele disse que as teorias não explicam "o senso fundamental da realidade". 
Na mesma ocasião o pontífice declarou que o Big Bang foi obra de Deus. Segundo ele, os "cristãos devem rejeitar a ideia de que o Universo surgiu por acidente".

Anteriormente, o Papa já havia dado declarações sobre a evolução do Universo, mas raramente ele discutiu conceitos específicos como o Big Bang, o qual os cientistas acreditam ter levado à formação do Universo há cerca de 13,7 bilhões de anos.

Pesquisadores do CERN, centro de pesquisas nucleares em Genebra, na Suíça, têm colidido prótons próximos à velocidade da luz para simular condições que eles acreditam ter trazido à existência o Universo.

Alguns ateus dizem que a Ciência pode provar que Deus não existe, mas o Papa Bento XVI declarou que algumas teorias científicas são "limitadoras da mente" porque "apenas chegam a certo ponto, não explicando totalmente o senso de realidade".

O Papa falou que teorias científicas sobre a origem e o desenvolvimento do Universo e dos humanos, enquanto não conflitantes com a fé, deixam questões sem resposta. "Na beleza do mundo, neste mistério, na sua grandeza e na sua racionalidade, nós podemos apenas deixar-nos sermos guiados por Deus, criador do céu e da Terra", finalizou.

Nenhum comentário: